Sites Grátis no Comunidades.net

Aos poucos colocarei mais textos. Aguardem as atualizações.Se achar que vais esquecer o endereço, é fácil, basta adicionar em favoritos (Alt+F). Obrigado pela visita.

 


Total de visitas: 6498


  Thiago de Melo Barbosa 
Porquê & Praquê

 

O Porquê  

Já faz algum tempo que venho procurando um bom lugar para divulgar meus textos na internet. Primeiro pensei no mais fácil e comum, ou seja, um blog, mas nunca gostei das poucas opções de edição de texto de nenhum blog que pesquisei. Depois encontrei o site recanto das letras, no qual fiz uma página (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/thiagomelob), pois nele encontrei algumas vantagens, principalmente na questão da edição do texto, o que é o mais importante para mim, visto que meu interesse é postar os meus poemas e muitos deles necessitam dos espaços (da formatação!): há muito que já incorporei ao meu fazer-poético a herança concreta de usar o espaço em branco da página como algo expressivo.

Continuo achando o recanto um bom lugar para postar poemas, contudo, precisava de um canto realmente MEU, só meu! (bem ao gosto do ego-poeta) e por isso, depois de respirar um pouco e pensar muito, criei coragem para tentar fazer um site, algo que acreditava ser extremamente complicado, foi então que encontrei esse provedor (comunidades.net) e fiz isso que vocês estão vendo. Não é um super-site com um belo layout e tudo mais... Mas foi o mais simples — tentei também fazer no ig, mas foi só stress— que encontrei, e realmente não estou arrependido, muito pelo contrário, a ferramenta de edição de texto é muito boa! Muito mesmo! Finalmente posso fazer o que eu quiser com os meus textos, sem me preocupar.

 

O Praquê  

Logicamente, se você leu o tópico anterior já sabe do que se trata, mas, não custa nada esclarecer um pouco mais, principalmente para aqueles que ficaram com preguiça ou sem saco para ler o que escrevi antes.

Pois bem.

Este é um site exclusivamente voltado para atender minhas necessidades como POETA-MARKETEIRO-DE-MIM-MESMO.

A fórmula é simples:

                              poeta-sem-money + ego-poetante-inquieto = poeminhas-na-internet

Poisbem.

É isso: preciso divulgar o que escrevo (gavetas com papeis mofados é muito ultra-romântico para mim) e não tenho editora, nem sei fazer livrinhos artesanais, não sou bom vendedor e muito menos posso pagar pra alguém fazer isso por mim, então, tenho que apelar para a biblioteca-vale-tudo dos nossos dias: a internet.

Posbem!

Acho que já deu pra entender que a única coisa que quero fazer aqui é: postar meus textos para que alguém leia e mate um pouco a sede deste ego-poetus que insiste em me empurrar para a mendicância de leitores.  

 

Obrigado.

 

Thiago de Melo Barbosa

 

 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net